Voleisul/Paquetá Esportes perde para o Funvic/Taubaté pela Superliga

Enfrentando o vice-líder da Superliga Masculina 2015/2016, o Funvic/Taubaté, a Voleisul/Paquetá Esportes perdeu na noite deste sábado. Em partida disputada no ginásio da Sociedade Ginástica  Novo Hamburgo, o time gaúcho foi derrotado por 3 sets a 0, parciais de 21/25, 26/28 e 19/25. Na próxima rodada a equipe tem um clássico gaúcho pela frente. O time de Novo Hamburgo enfrenta o Lebes/Gedore/Canoas fora de casa na próxima quinta-feira, às 20h.

A Voleisul/Paquetá Esportes começou a partida bastante concentrada, e com isso conseguiu equilibrar as ações dentro de quadra. Até o primeiro tempo técnico as duas equipes trocavam pontos em uma disputa com bons lances de lado a lado. Após o intervalo, com a passagem de Lucarelli pelo saque do Funvic/Taubaté, o time paulista abriu vantagem na altura do décimo ponto. Jogando de forma consistente os visitantes conseguiram manter a dianteira, para vencer por 25 a 21.

Se o primeiro havia sido equilibrado durante boa parte da disputa, a segunda parcial foi disputada durante todo o tempo. Os paulistas começaram melhor, mas a Voleisul/Paquetá Esportes se manteve próxima no placar, com a vantagem dos visitantes não sendo maior do que dois pontos. O time gaúcho cresceu a partir do vigésimo ponto e pela primeira vez no set conseguiu passar à frente. Mesmo com set points, o time gaúcho não conseguiu fechar, e permitiu que o Funvic/Taubaté vencesse por 28 a 26.

Em desvantagem e podendo perder o jogo, a Voleisul/Paquetá Esportes voltou melhor para o terceiro set. O time conseguiu arrancar na frente pela primeira vez no jogo, chegando à frente para o primeiro tempo técnico. Os visitantes, no entanto, cresceram na parcial e passaram à frente. Na altura do vigésimo ponto dos visitantes abriam três pontos para partir para a vitória e fechar o set em 25 a 19.

A Voleisul tem a Paquetá Esportes como patrocinadora máster. Conta também com o patrocínio de Sicoob Ecocredi, Afix e Doctor Clin e apoio de Tratto Pizza, Chronos, Crespi, Tipler e Protector Segurança, além do apoio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte – Pró-Esporte.

créditos:Daniel Nunes/Voleisul