Voleisul/Paquetá Esportes volta à quadra na próxima quarta-feira pelo Estadual

A Voleisul/Paquetá Esportes intensifica os treinos para sua segunda partida no Campeonato Estadual Adulto Masculino de Vôlei. A equipe de Novo Hamburgo volta à quadra na próxima quarta-feira, dia 1º de outubro, diante do Bento Vôlei/Isabela. O jogo está programado para as 19h, em Bento Gonçalves.

Para esta partida, o técnico Paulo Roese está remontando a equipe em função dos desfalques. O ponta Bruno Godoy, que sofreu cirurgia no tornozelo direito, segue em recuperação e só deve voltar aos treinos em três meses. Outro ponta do elenco, Denison, recupera-se de uma lesão no tornozelo direito. “Ele voltou a sentir dores no local depois do treino de terça-feira. Mas acredito que estará em quadra na semana que vem”, afirma o técnico.

A expectativa é de que, já na próxima segunda-feira, dia 29, Denison volte a treinar normalmente. “Ainda não estou saltando. É uma lesão que me faz sentir muita dor, o que limita movimentos e faz com que eu perca um pouco da confiança. Mesmo assim, acredito que no início da semana estarei pronto para executar todos os movimentos e poder jogar contra o Bento”, ressalta o atleta.

JOGO EM CASA – A Voleisul/Paquetá Esportes terá mais um jogo na mesma semana pelo Estadual. No sábado, dia 4, a equipe enfrentará o Canoas no ginásio da Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo. “Teremos dois jogos muito duros pela frente, mas a expectativa é sempre a mais alta possível. Temos um grupo qualificado, bastante homogêneo, e que pode fazer frente a qualquer um dos adversários. Estamos treinando para chegar ao nosso melhor”, destaca Paulo Roese.

Na sua partida de estreia no Estadual, no dia 6 de setembro, jogando em casa, a Voleisul/Paquetá Esportes venceu o APEO Sest Senat/Fasurg, de Passo Fundo, por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/10 e 25/18.

A Voleisul tem a Paquetá Esportes como patrocinadora máster e conta com patrocínio da Doctor Clin, Flytour, Powerade e Sollus e apoio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte – Pró-Esporte.

créditos:Daniel Nunes / Arquivo