Secretário de Segurança do RS cumpre agenda na Sociedade Ginástica

A manhã do dia 26 de março começou com diversas reuniões na Sociedade Ginástica Novo Hamburgo. Com a presença do secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Wantuir Jacini, o presidente do Clube, Alfeu Rost, o vice-presidente do Conselho da SGNH, Raul Cassel, Secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker, e diversas autoridades participaram de uma reunião na Sala de Gestão. Em seguida, Jacini se reuniu com o grupo #PazNH para debater sobre a questão de segurança pública.

“Nunca vi uma mobilização tão grande de uma comunidade como esta que a Sociedade Ginástica é protagonista”, destacou o secretário.

Com o tema “Políticas para Segurança Pública no Rio Grande do Sul”, o secretário palestrou no Prato Principal da ACI, que aconteceu no Salão dos Espelhos do Clube, e contou com a presença de empresários, autoridades e a participação dos prefeitos de Novo Hamburgo, Luis Lauermann, de Estância Velha, José Waldir Dilkin, e o vice de Campo Bom, Marcos Riegel (representando o prefeito Faisal Karam).

Dentre os encontros, o secretário apresentou o planejamento da Segurança Pública no Estado, frisando sobre três principais aspectos em que trabalha: a inteligência artificial (sistemas de informação), a capacitação policial e a atualização tecnológica. Citando 19 cidades do RS com maiores focos de criminalidade, onde estão inseridas as regiões do Vale do Sinos e Serra, e numerando 11 crimes contra a vida e o patrimônio, Wantur Jacini frisou que ainda estão sendo montados os líderes das equipes de comandos para a execução de tudo que é pretendido. “Segurança pública é um dever de todos. E a multiplicação de esforços, reunindo público e privado, é que vai dar sustentação para alcançarmos um bom resultado”, apontou.

Para o secretário, o principal problema da segurança pública está justamente no orçamento. “Há uma descontinuidade nos orçamentos da União e o custeio é muito alto”, observou, mesmo enfatizando que seu plano de ação está sendo colocado em prática para diminuir a violência. “Isto é o que todos queremos e vejo na parceria público/privada um caminho possível, onde as empresas podem contratar o preso para o trabalho”, proferiu ele, expondo experiências anteriores já realizadas com sucesso. Segundo ele, os presos do semi-aberto têm uma reincidência para o crime considerada baixa, enquanto àqueles oriundos do sistema prisional sem oportunidade reincidem em torno de 70 a 80%. Deu como exemplo o aproveitamento na área da construção civil. “É muito mais vantajoso para a sociedade que ele seja ressocializado com o mercado de trabalho”, constatou.

Wantuir Jacini também esclareceu que a iniciativa privada está muito mais avançada e modernizada que o poder público e considera que é preciso acompanhar esta mudança. “E nós vamos melhorar”, garantiu ele, ao mencionar o Plano de Segurança Comunitária para Novo Hamburgo, elaborado pelo Comitê de Segurança da ACI. “Li detalhadamente cada capítulo. A entidade está de parabéns. Muitos dos pontos ali colocados já estão sendo encaminhados e outros tantos estamos estudando”, frisou ele ao presidente da entidade, Marcelo Clark Alves, e ao coordenador do Comitê de Segurança da ACI, advogado Carlos Eduardo Scheid.

O público o questionou sobre o aumento de efetivo e quanto ao presídio na cidade. Mostrando um mapa do município, avalia que é preciso haver uma troca de ideias para a execução, além de encontrar um local propício. O prefeito hamburguense, naquele momento, entregou um documento ao secretário, solicitando a formação de uma equipe de trabalho, onde reúna Prefeitura, Secretaria de Segunda do RS e a sociedade, através de entidades representativas. “Realizamos várias parcerias com as instituições públicas de forma coesa. Então estamos oficializando o pedido para que o Estado aumente seu efetivo em Novo Hamburgo”, destacou o prefeito Lauermann. O secretário estadual complementou, enfatizando que “temos que proteger todo o cidadão. Todos pagam seus impostos, que não são poucos, e querem um retorno digno”.

créditos:Fábio Winter & Lu Freitas + Divulgação