Miscigenação nas quadras

O 16º Festival Mercosul de Vôlei, além de ser um evento esportivo, faz com que os atletas vivenciem momentos de troca de cultura e aprendizagem entre eles. Equipe vindas do RS, SC, Uruguai e Argentina, vivem durante cinco dias momentos de trocas de experiências.

Na própria equipe é um momento novo a ser vivido, a convivência 24h por dia entre eles, muitas vezes se torna algo a ser controlado pelos técnicos. “O grupo tem que ter uma convivência muito boa, tem hora de brincar, hora de falar sério, hora para focar no jogo. É bem complicado, mas estamos nós dando bem”, destacou a atleta do Nosso Clube Limeira, Mellanie Andreolli.

A atleta do Nosso Clube Limeira, Ana Beatriz Camargo, falou sobre a troca de experiência com as outras equipes: “Está sendo bem interessante e inovador, nunca tínhamos participando. Está tudo muito novo, mas está sendo bem interessante a convivência. É difícil a comunicação, mas estamos utilizando os sinais, é muito legal”.

nosso clube