História do G.B. Floriano – 4ª Parte

Foi feito um sorteio para ver em que sociedade iniciariam a jogar as primeiras 100 (cem) bolas, e a sorte recaiu para Norberto Blauth, as primeiras 100 (cem) bolas seriam jogadas na Ginástica.
Foi marcado um fim de semana, ou seja, um domingo, mas ninguém sabe exatamente a data, porém sabe-se que ao término de cada etapa seria servido um suculento churrasco com chopp, a ser pago pelo perdedor.
Este torneio entre os melhores bolonistas de nossa cidade, divulgou-se rapidamente, motivo pelo qual todos os bolonistas de Novo Hamburgo e Hamburgo Velho, reuniram-se na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo, hoje calçadão, uma vez que no parque Rio Branco não havia, canchas de bolão, pois as mesmas, neste parque, hoje sede social, desportiva e educativa foram inauguradas, somente em 6 de agosto de 1950, com a finalidade de apreciarem este torneio inédito.
Pelas informações que obtivemos junto a pessoas que acompanharam esta disputa, disseram que ela iniciou exatamente no horário marcado, ou seja, às 10 horas da manhã, de um domingo, logo após a realização do culto evangélico e da missa católica.
Como o primeiro jogo seria na Ginástica, coube ao Sr. Norberto Blauth iniciar o torneio, vendo assim o adversário que nas canchas ninguém havia mexido com a finalidade de alterar a maneira de jogar.
As primeiras bolas jogadas pelo bolonista Norberto Blauth, ou seja 5 bolas na cancha um e 5 bolas na cancha dois deram ao mesmo bolonista um resultado de 90 pinos, o mesmo aconteceu com o bolonista da Sociedade de Canto Frohsin, o atleta Carlos Engel.
Após cada bolonista ter jogado as suas 100 bolas nas canchas da Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo, o incrível aconteceu:
EMPATE
Norberto Blauth…………………………..900 pinos
Carlos Engel………………………………..900 pinos
Após iniciou-se a festa, em cuja foi servido um suculento churrasco, com chopp, e como não havia perdedor, cada grupo pagou sua despesa.
Esta prolongou-se por toda tarde, oportunidade na qual foi marcado nova data, para realização do 2º jogo, desta vez na sede social da Sociedade de Canto Frohsin, em Hamburgo Velho.
Aguardem o próximo texto que finalizará esta história incrível.
Textos por Astor Cassel do ano 2003.